7 de abr de 2007

FIGURAS DE HARMONIA


Chamam-se figuras de som ou de harmonia os efeitos produzidos na linguagem quando há repetição de sons ou, ainda, quando se procura "imitar"sons produzidos por coisas ou seres.

As figuras de harmonia ou de som são:

Aliteração
: Repetição de consoantes da mesma natureza, ou de natureza semelhante.
Exemplo: “Acho que a Chuva ajuda a gente a se ver.” (Caetano Veloso)


Onomatopéia: Representação de algo por meio do som de uma palavra ou expressão.

Exemplo: Não consegui entender a explicação por causa do zumzumzum da classe.

Veja que neste caso o som das palavras é representado pela expressão “zumzumzum”.


Assonância

Ocorre assonância quando há repetição da mesma vogal ao longo de um verso ou poema.


Exemplo:

"Sou Ana, da cama
da cana, fulana, bacana
Sou Ana de Amsterdam."

(Chico Buarque)


Paronomásia

Ocorre paronomásia quando há reprodução de sons semelhantes em palavras de significados diferentes.


Exemplo:

Berro pelo aterro pelo desterro
berro por seu berro pelo seu erro
quero que você ganhe que você me apanhe
sou o seu bezerro gritando mamãe."

(Caetano Veloso)


Eco: é a repetição desnecessária de um som, resultando num texto desagradável, com um ritmo batido e monótono. A melhor forma de corrigir esse defeito é ler o texto já acabado com muita atenção; na língua portuguesa é preciso tomar muito cuidado, por exemplo, com as terminações -ão, -ade e -mente. Uma frase do tipo: "Contra sua vontade, apenas por bondade, ele foi à cidade; na verdade..." machuca o ouvido.

Nenhum comentário: